quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Serra Talhada

Eu quero fazer trilha aqui! Hoje fui conhecer o Açude do Saco que fica por trás da Serra Talhada, a enorme escarpa que dá nome à cidade de Serra Talhada, a 420km de Recife. Eu já havia visto essa grande massa de água no Google Earth, antes de ir lá, e fiquei impressionado só com a foto de satélite. Hoje fui até a margem do açude. Muito grande. Pelo que vi, dá pra fazer um bom passeio de caiaque por dentro do açude e - melhor ainda - existem trilhas que possibilitam fazer o contorno do açude de bicicleta. E ainda há estradões de barro que possibilitam subir ao alto da própria Serra Talhada. Temos que nos programar pra vir fazer trilha aqui, eu, Eliane e o grupo EPedal. Quando eu cheguei na margem do açude, dois meninos estavam em um bote cheio de água, como em uma piscina particular. Pedi a permissão deles para fotografá-los. Coloquei abaixo, ainda, fotos de satélite da região.
.



segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Na trilha, ainda

.
Foto da trilha Apoti - Pirituba (veja relato abaixo).
.

domingo, 27 de novembro de 2011

Mais duas fotos da trilha

A trilha de Pombos - Apoti (veja abaixo a descrição) resultou em muitas fotos bacanas. Inúmeras. Como essa, com zoom, onde Flávio e Eliane estão conversando em meio à vegetação.

Foto da placa de sinalização no início do pequeno trecho de asfalto, enquanto espero o resto do pessoal chegar.

sábado, 26 de novembro de 2011

Trilha Pombos - Apoti - Pirituba

Essa é um trilha muito boa, tem muitas subidas e descidas, claro, mas nenhuma subida é impraticável, dá para subir pedalando tudo. Tem belas paisagens, alguns laguinhos e muitos barreiros. Não é região de cana-de-açúcar, ainda bem. Tem muitos lugares para reabastecer e fazer lanchinhos, em Apoti e Pirituba. A maior parte é estradão, mas há também um single track e um pequeno trecho de asfalto. Ao final, tem almoço no restaurante do Posto BR de Pombos. A trilha foi feita pelo grupo EPedal, participamos eu, Eliane, Flávio, Pedro e Clóvis. A distância foi de 43km.
.
GPS da trilha - em forma de balão.








quinta-feira, 24 de novembro de 2011

A Ninfa Inconstante

"Segundo a física quântica, pode-se abolir o passado ou, pior ainda, mudá-lo. Não me interessa eliminar e muito menos mudar meu passado. Preciso é de uma máquina do tempo para vivê-lo de novo. Essa máquina é a memória. Graças a ela posso voltar a viver esse tempo infeliz, feliz às vezes. Mas, por sorte ou azar, só posso vivê-lo em uma dimensão, a da recordação. O intangível conhecimento (tudo o que eu sei dela) pode mudar algo tão concreto quanto o passado em que ela viveu. Uma canção contemporânea parece dizê-lo melhor que eu: "Quando o imóvel objeto que sou / encontra essa força irresistível que é ela". Os fótons podem negar o passado, mas sempre são projetados numa tela - neste caso este livro. A única virtude que minha história tem é que de fato ocorreu."

Guillermo Cabrera Infante - A Ninfa Inconstante


quarta-feira, 23 de novembro de 2011

onde não cabe

andavam os dois lado a lado
mais um dia
onde não cabe mais ninguém

(provavelmente é um defeito)

a carroça amarela estava escrito
nela fiteiro do matuto
que linda para fotografar, ele
ela disse desse lado não aparece o nome
não importa, só importa a cor amarela
ele.

domingo, 20 de novembro de 2011

Pedal de domingo - mais duas fotos


Mais duas fotos que foram tiradas por Rosalvo Aires.
.

Pedal de domingo

Pedalada de domingo do Pedal Clube de Pernambuco, seguindo por Poço da Panela, Apipucos, Casa Amarela, Centro, Arruda, Beberibe e Jaqueira.
.




sábado, 19 de novembro de 2011

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Bicicleta de carga (mais uma)

.
Mais uma foto de bicicleta de carga do Recife. (Estou com minha bici parado no sinal, indo para o atelier).
.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Ainda a mesma trilha

A trilha que fizemos passando por Tapacurá e Matriz da Luz, agora com fotos tiradas por Pedro Gama. E a marcação do GPS-fone-samsung dele ficou muito bacaninha.
.

Saindo para procurar Flávio, o perdido.

Depois que encontramos o menino perdido, subi a mesma ladeira pela segunda vez e agora, empurrando, pra economizar forças.

 Eliane quer saber como Flavinho conseguiu se perder...


Os povo na Represa de Tapacurá.

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Trilha do Quadrado

Essa trilha começou a ser planejada depois da ida do Pedal Clube à Represa de Tapacurá. Eu falei para meu amigo Flávio Guerra que a região é bonita e que dava para fazer várias trilhas por lá. Então, desenhei no site Wikiloc, uma trilha começando no Parque Aquático de Pernambuco, rodovia BR-232, e subindo em direção à Represa de Tapacurá, depois seguindo para a cidade de Matriz da Luz e voltando à rodovia BR-232 e Parque Aquático. Projetei a trilha, baixei para o GPS e combinamos data e hora. Eu chamei essa trilha de Trilha do Quadrado, pois o desenho dela ficou parecendo um... retângulo na verdade.
.
Hoje, feriado, nos encontramos às 7e30h lá na frente do Parque Aquático e iniciamos a trilha. Participaram: Paulo Rafael, Eliane, Macelo, Flávio, Pedro Gama, Clóvis e Daniele. Seguimos a trilha projetada no GPS e fomos subindo. Até a Represa de Tapacurá, a maior parte do caminho é de subidas. Havia muito barro vermelho mole nas trilhas, por conta das últimas chuvas. Foi muito legal usar o GPS nesse primeiro trecho, cerca de 14km, que a gente não conhecia. Fizemos um caminho muito bonito, com muito single track, muito capim alto, sem passar em estradão. 

O barro mole em muitos trechos, grudou nas rodas e correntes e freios. Parávamos para limpar, mas enfim encontramos um riacho e lavamos as bicicletas. Depois, a trilha se transformou em estradão e o barro vermelho desapareceu. Enfim, chegamos ao Bar do Bode, onde fizemos uma parada para reabastecer. Descemos e passamos na frente da Represa, mas não subimos até lá pois Daniele já estava muito cansada. Seguimos pelo estradão, depois pequeno trecho de asfalto subindo e chegamos à cidade de Matriz da Luz. Lá fizemos uma parada mais prolongada de reabastecimento. Saímos da cidade e seguimos pela estrada de barro de Matriz da Luz em direção à rodovia BR-232. Esse trecho é especialmente belo. Na rodovia, subimos em direção ao Parque Aquático. Fizemos ainda pequena parada para água de coco e finalmente voltamos ao ponto de partida, encerrando a trilha. 

Excelente e belo trajeto. Pretendo fazer outras trilhas naquela região. Fotos a seguir.
.
GPS da trilha.

 Muitas subidas e belas paisagens.


 Single tracks e riachos.

 Às vezes, a trilha quase desaparecia.

 Às vezes, a trilha quase desaparecia.

 O barro vermelho grudento tornava alguns trechos impraticáveis.

 Os pneus foram inchando até parar.

 Conseguimos limpar boa parte do barro em um riacho.

 Felicidade, chegamos ao lago da Represa de Tapacurá. Pouca gente de Recife conhece isso aqui, imho.

 Subidas com bela paisagem é melhor.

Muitas pontezinhas pelo caminho.

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

A mais grande

A mais grande bicicleta de carga que eu já vi nas ruas. A caçamba é enorme. E lá vai ele.
.




domingo, 13 de novembro de 2011

Passeio de domingo do Pedal Clube

Saímos às 7h da Jaqueira e seguimos em direção à Imbiribeira, com cerca de 15 ciclistas. Na subida da Ponte Gilberto Freyre, uma corrente quebrada, sem possibilidade de conserto, e dois ciclistas voltaram dali. Na Mascarenhas de Morais, alguns novatos também desistiram. Então seguimos para Barra de Jangada, atravessamos a ponte para a Praia do Paiva e o pessoal decidiu ir até a Praia de Itapoama. Lá fizemos a parada para reabastecer. Na volta, pegamos uma chuva fortíssima, ainda na ciclovia do Paiva, mas passou logo e voltou o sol forte. Voltamos por Boa Viagem e Capitão Temudo até a Jaqueira, com chegada às 11:20. Total pedalado, aproximadamente 70km. Abaixo, seguem as fotos e o roteiro no Google Earth.
.

 Parada no comecinho da Ponte do Paiva.

 No comecinho da Ponte do Paiva.

 Subindo a Ponte do Paiva.

 Subindo a Ponte do Paiva.

 Subindo a Ponte do Paiva.

 Subindo a Ponte do Paiva.

 Subindo a Ponte do Paiva.

 Subindo a Ponte do Paiva.

 Paradinha breve para reabastecer na Praia de Itapoama.

 Começando o retorno e a chuva veio atrás da gente.

 Começando o retorno e a chuva veio atrás da gente.

Começando o retorno e a chuva veio atrás da gente.

Voltando pela ciclovia do Paiva.